NoticiasSaúde
Tendência

A importância de cuidar da saúde bucal durante a pandemia

Você sabia que existe também uma relação importante entre a pandemia e a saúde bucal?

A pandemia do novo coronavírus assola o Brasil há mais de 1 ano e fez com que novos cuidados com a saúde tivessem que ser adotados, incluindo cuidados focados na saúde bucal. Por isso, neste artigo veremos como essa situação pode afetar diretamente a saúde das pessoas e qual é a relação da saúde bucal e pandemia.

Afinal, seja para a realização de tratamentos de rotina, a limpeza diária e até para a aplicação de lente de contato dental, algumas práticas precisaram ser alteradas para garantir a integridade dos pacientes nesse momento. 

Mas, para além disso, estima-se que a qualidade da saúde oral possa influenciar no risco de contaminação e agravamento da Covid-19. Confira mais informações acerca desse tema a seguir.

Imagem: Freepik

Situação da pandemia

Desde meados de fevereiro de 2020, o Coronavírus, que é uma classe de vírus SARS (Síndrome respiratória aguda grave) vem causando estragos no mundo inteiro.

Os primeiros casos da doença surgiram na China, ainda no final de 2019. Já no começo do ano seguinte, ela se espalhou pelo mundo, impactando diversos países, principalmente aqueles que não tiveram ações mais rígidas para conter a propagação do vírus, que é de fácil contágio.

Ao mesmo tempo em que a COVID-19 fazia mais e mais vítimas pelo mundo, todos os países, com as condições necessárias, começaram a acelerar o processo de estudos e, mais recentemente a vacinação, que é dada como a única forma efetiva de realmente conter o contágio desenfreado da doença.

Assim que as vacinas começaram a ser produzidas, podendo ser aplicadas, os países rapidamente se mobilizaram para vacinar toda a sua população. Neste momento, existem países com a vacinação bem avançada, enquanto outros caminham a passos lentos.

Situação do Brasil

No Brasil, a situação, desde o começo da pandemia, é bastante alarmante e preocupante. 

Como não foram tomadas medidas muito severas em relação à contenção do vírus, a COVID-19 continua sua contaminação, deixando inúmeras vítimas e se mostrando como o cenário ideal para o surgimento e proliferação de variantes.

Atualmente, já são mais de 19 milhões de casos contabilizados, com mais de 530 mil vítimas fatais, ficando atrás apenas dos Estados Unidos em número de mortes pela doença.

A vacinação da doença está ocorrendo desde o começo do ano. No total, mais de 100 milhões de doses foram aplicadas, contando a primeira e a segunda doses da vacina disponível.

COVID e a saúde física 

Naturalmente, tendo em vista o número de mortos da doença, sabemos que o coronavírus afeta, e muito, a saúde física das pessoas. 

Essa é uma doença respiratória, que em casos mais graves danifica completamente o pulmão, impedindo que as pessoas consigam respirar, causando o óbito.

Em pessoas mais velhas, que já possuem a saúde mais fragilizada, e também em pessoas que possuem comorbidades, a doença pode avançar rapidamente, causando complicações irreversíveis. 

Algumas comorbidades que podem ser problemáticas em relação ao coronavírus são:

  • Diabetes;
  • Pressão alta;
  • Doenças renais;
  • Doenças respiratórias crônicas.

Pandemia e saúde bucal

Agora, você sabia que existe também uma relação importante entre a pandemia e a saúde bucal? 

Um exemplo diz respeito aos cuidados que as pessoas que utilizam aparelho movel devem ter para que ele não fique exposto e seja contaminado.

Nesse contexto, é fundamental destacar que é muito importante ter os cuidados necessários com a saúde bucal durante toda a vida, desde a infância, fortalecendo os dentes mesmo quando eles ainda são de lente. 

Isso porque esse hábito ajuda a criar uma rotina de higienização adequada, além contribuir com a formação adequada dos dentes, diminuindo riscos de inflamações e perdas dentárias.

Durante a pandemia, reforçar esses cuidados se tornou ainda mais importante. 

Como o coronavírus é uma doença que evolui mais rapidamente em pessoas com comorbidades ou com o organismo enfraquecido, é importante fortalecer a saúde em todos os aspectos, incluindo a saúde bucal – independentemente do uso de aparelho ortodôntico -, principalmente por essa ser uma das principais vias de contato/contaminação.

Além disso, outro motivo para reforçar os cuidados com a saúde bucal é a redução de doenças e problemas bucais, como as cáries, tártaro e acúmulo da placa bacteriana, que além de fragilizar o organismo também podem favorecer a contaminação pelo Sars-Cov-2 e manifestações mais graves da doença.

Isso porque essas e outras doenças afetam diretamente o organismo, causando o enfraquecimento do corpo e diminuindo a imunidade, o que facilita a entrada do coronavírus e o seu fortalecimento.

Mais ainda, estudos indicam que há relação direta da manifestação mais grave do Covid-19 em pessoas que apresentam inflamações gengivais. 

Isso porque essas inflamações facilitam o acesso do vírus ao sistema cardiorespiratório, acelerando os processos de contaminação. 

Deste modo, manter a higienização adequada e se atentar aos hábitos de levar objetos à boca se mostram cada vez mais necessários neste momento.

Tratamentos em época de Covid-19 e cuidados diários

Para reduzir os índices de contágio, uma das principais recomendações dos órgãos de saúde é manter o distanciamento social e evitar sair de casa quando não houver extrema necessidade.

Contudo, um receio e dúvida que podem surgir nesse sentido é com relação aos tratamentos que já vem sendo realizados, principalmente casos cirúrgicos e de urgência, como o implante dentário.

Para esses casos, cabe ressaltar que existem medidas de contenção e as normas de biossegurança em clínicas e consultórios precisaram ser reforçados e adaptados ao novo cenário de pandemia.

Com isso, não indica-se parar os tratamentos, visto que o cuidado junto ao profissional é essencial para manter a qualidade da saúde bucal, evitar inflamações e garantir a adesão efetiva dos procedimentos feitos.

Além disso, para o acompanhamento de procedimentos de longo prazo e que demandam acompanhamento frequente, como é o caso do aparelho, as visitas passaram a adotar – quando possível – intervalos maiores e/ou métodos de teleorientação.

Por fim, outros procedimentos como os estéticos, tiveram que ser paralisados inicialmente, tendo o retorno gradativo e com respeito às normas de segurança, como a redução dos agendamentos diários e uso de máscaras nos ambientes de circulação.

Aos poucos, tratamentos como o clareamento dental, puderam ser retomados pelas clínicas, ajudando as pessoas a qualificar ainda mais o sorriso, o que é muito importante em um momento delicado como esse.

Já em relação aos hábitos diários, os profissionais ainda chamam atenção para a escovação e hidratação mais frequente, principalmente pelo aumento no uso de máscaras, além da troca da escova a cada três meses ou após a contaminação pelo vírus.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Redação ClickItatiba

Portal de variedades e cobertura de eventos de Itatiba e região, no ar desde 2004 e ainda Culinária, Comportamento, Turismo, Cultura, Música.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.