Notícias Corporativas

Acordo regional deve beneficiar comércio exterior e promover mais agilidade

A fim de proporcionar mais rapidez e eficiência na liberação de mercadorias, o Brasil firmou o Acordo de Reconhecimento Mútuo (ARM) regional com outros 10 países para que as aduanas reconheçam as empresas com histórico positivo de cumprimento de regras e processos. Fazem parte do acordo Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e o Brasil.

“A expectativa deste acordo, causada pela maior velocidade dos procedimentos, é uma movimentação maior do comércio exterior entre esses países. Com isso, busca-se incentivar uma maior frequência nas exportações e importações”, explica o especialista em logística Luís Felipe Campos, que possui experiência no setor internacional  principalmente no trade Europa-América Latina.

 

Para se ter uma ideia, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 6,76 bilhões até a 3º Semana de Junho/2022 quando comparado a Junho/2021. As exportações somaram US$ 19,87 bilhões e as importações totalizaram US$ 13,11 bilhões, segundo dados da Secretaria do Comércio Exterior do Ministério da Economia.

 

O acordo foi assinado durante o  VIII Seminário Internacional do programa Operador Econômico Autorizado (OEA) realizado entre os dias 17 e 19 de maio na cidade de São Paulo e estabelece que cada parte, na medida do possível, conceda às empresas logísticas devidamente certificadas os benefícios compatíveis com o programa OEA conforme legislação nacional. “Todas as  empresas que fazem parte da OEA terão muitos benefícios pelo tratado, que envolve 10 países signatários. Com isso, promove-se  maior velocidade na liberação de mercadorias”, afirma Campos.

 

A prioridade nos despachos aduaneiros de mercadorias e a redução da inspeção da carga conforme os critérios de risco aplicáveis são alguns dos benefícios proporcionados pelo acordo. “Se o país for certificado no Brasil e na OEA, ele terá prioridades no despacho das mercadorias, bem como a liberação das cargas em qualquer horário. Além disso, poderá haver o percentual reduzido durante a etapa de inspeção dos documentos e formulários afins”, explica o especialista.

 

O Operador Econômico Autorizado possui um papel importante como um parceiro da Receita Federal. Após comprovar-se  o cumprimento que os requisitos do programa são atendidos, o operador logístico é certificado como um operador de baixo risco e que poderá usufruir com mais agilidade dos benefícios oferecidos pela Aduana Brasileira e o comércio internacional.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.