Saúde

3 dicas de como curar afta rápido!

A afta na boca é um problema muito comum para muitas pessoas, sejam elas crianças ou adultas.

Karrai

A afta na boca é um problema muito comum para muitas pessoas, sejam elas crianças ou adultas. No entanto, eles nada mais são do que uma úlcera ou lesão que pode evoluir para algo pior.

Por esse motivo, é importante observar o número de machucados na língua e na boca que uma pessoa tem e com que frequência elas surgem.

Essas informações são importantes ao investigar a causa desse problema, visitar um periodontistapor meio de um plano dentário ou por consulta particular, para que ele possa sugerir uma solução.

Além disso, a doença pode ser muito desconfortável e pode evoluir para úlceras na boca maiores, principalmente quando são causadas por aparelhos e alinhadores invisíveis, fator que pode atrapalhar a alimentação e o dia a dia.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você. Veja abaixo tudo o que você precisa saber sobre aftas na língua e na boca por completo, como tratá-las, preveni-las e conhecer os problemas que podem causar sem o tratamento adequado com um dentista que atende plano odontológico para empresas (ou pessoas físicas).

O que são as aftas?

Como mencionado anteriormente, as aftas nada mais são do que pequenas úlceras superficiais que podem aparecer em diferentes partes da boca, inclusive na língua. Como resultado, uma pessoa pode se desenvolver na língua, bochechas ou até nas bordas dos lábios.

Inclusive, é muito comum ter crianças em clínica odontológica infantilque podem se consultar como dependente do convênio odontológico empresarial da mãe ou pai, com essas pequenas ulceras devido a diversos motivos, podendo ser inclusive, pelo uso de remédios mais fortes.

Então, aqui estão os principais perigos que podem ser causados ​​por úlceras na boca:

  • Dor extrema;
  • Desconforto ao mastigar alimentos;
  • Em alguns casos, cansaço;
  • Febre.

O mais curioso sobre as aftas é que elas desaparecem com o tempo e são mais comuns em homens do que em mulheres.

No entanto, se uma afta persistir na boca de uma pessoa por mais de 3 semanas, pode ser um aviso, especialmente para crianças. Neste caso, um dentista para criança deve ser procurado – por meio dos benefícios plano odontológico empresas, caso o responsável tenha, porque, pode ser um sintoma de algo mais grave.

Vale lembrar que as aftas podem ser sintomas associados a condições extremamente graves, como inflamações na boca, garganta ou até mesmo de língua.

Portanto, além de observar quanto tempo as úlceras bucais permanecem, também é necessário verificar sua recorrência.

Quais são as causas da afta?

As úlceras na boca podem acabar na boca de alguém por vários motivos. Portanto, essas pequenas úlceras podem ser o resultado de um sistema imunológico enfraquecido no corpo.

Além disso, muitas vezes são causadas como um sinal de períodos de estresse e ansiedade muito altos no indivíduo.

Quedas envolvendo trauma e lesão oral também podem desenvolver feridas na boca na área, como morder a bochecha ou realizar cirurgia oral (como cirurgia oral, como extração de dentes). 

Em conclusão, algumas doenças inflamatórias e problemas gastrointestinais também podem ser resultado de úlceras na boca.

Por exemplo, caso você tenha um filho com refluxo, é possível que ele apresente aftas recorrentes na boca. Neste caso, procure por um consultório próximo de sua casa, como, por exemplo, “plano dental completo dentista infantil” e peça auxílio.

Vale lembrar que quando a boca apresenta uma ou mais aftas, pode acabar ficando sensível a alimentos mais ácidos, como até mesmo, suco de laranja.

Dicas de como prevenir aftas na boca

Como mencionado anteriormente, as úlceras na boca geralmente se resolvem espontaneamente. Isso porque, ele cura naturalmente da mesma forma que uma ferida na pele. 

Confira agora algumas dicas para tratar as aftas e prevenir:

  1. Utilize medicamentos tópicos

No entanto, se o paciente estiver com muita dor, além de ter problemas para comer, medicamentos e pomadas tópicas podem ser aplicados na afta, o que geralmente reduz a inflamação e também alivia a dor.

  1. Evite alimentos muito ácidos

Como citamos anteriormente, a acidez acaba prejudicando o tratamento. Por isso, é importante ter uma dieta mais tranquila durante a cicatrização.

Evite alimentos ácidos como laranja, limão, abacaxi e até mesmo, aquelas balas industrializadas com açúcar azedo em volta.

  1. Peça ajuda ao dentista

Quando uma afta eventualmente desenvolve febre e persiste por mais de 3 semanas, é aconselhável procurar um médico ou mesmo um dentista de sua escolha.

Nesses casos, uma ferida na boca pode ser um sintoma de um problema mais sério, como câncer de boca, garganta ou língua. Por isso, vale a pena prestar atenção aos diversos sinais que o corpo pode dar em relação a esses sinais.

Resumindo, é sempre importante procurar um dentista para uma avaliação e buscar o tratamento correto e mais adequado para cada paciente. 

Vale lembrar que é sempre importante ter consultas regulares com seu dentista para avaliações e procedimentos, tendo ou não feridas na boca. 

Dessa forma, doenças e problemas bucais podem ser identificados ainda na infância. Portanto, é mais fácil de tratar e evita os sintomas e possíveis consequências das doenças bucais.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Redação ClickItatiba

Portal de variedades e cobertura de eventos de Itatiba e região, no ar desde 2004 e ainda Culinária, Comportamento, Turismo, Cultura, Música.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.