Saúde

Aparelho dentário infantil: conheça os mitos e as verdades

Karrai

O tratamento ortodôntico pode ser feito em várias etapas da vida, tanto em adultos quanto em jovens e crianças. No caso dos pequenos, existem muitas dúvidas quanto ao aparelho dentário.

Qual é a idade certa para colocar? Pode machucar a criança? Quanto tempo de tratamento? Essas são algumas das dúvidas mais comuns nos consultórios e que serão esclarecidas ao longo do texto.

Antes de falar sobre os mitos, verdades e principais dúvidas sobre o aparelho dentário, é interessante compreender melhor o que é a odontopediatria, que é a área da odontologia responsável pela saúde bucal das crianças, desde recém-nascidas até a adolescência.

O odontopediatra é o especialista que dará as melhores orientações para os pais antes do primeiro dente do bebê nascer, a primeira consulta já pode ser feita quando o mesmo estiver com seis ou sete meses de vida.

Nesta consulta, disponível no plano odontológico familiar, são feitas avaliações simples na cavidade bucal, o odontopediatra irá avaliar como está sendo feita a limpeza e se está tudo certo em relação ao desenvolvimento dos dentinhos. 

Também é importante para ambientar a criança no consultório odontológico, tornando aquele um ambiente seguro e confortável desde cedo, visto que o dentista irá acompanhá-la por bastante tempo.

As consultas com a criança no plano odontológico individual começam a ser mais voltadas para identificação de problemas e tratamento de doenças bucais à partir dos seis anos, pois nessa idade começa a acontecer a troca dos dentes e o profissional já consegue identificar a possibilidade de vários problemas, como:

  • Mordida aberta;
  • Mordida cruzada;
  • Cáries;
  • Gengivite e periodontite;
  • Prognatismo e retrognatismo;
  • Mau posicionamento da língua;
  • Sapinho (ou Candidíase Pseudomembranosa).

Na presença de qualquer uma dessas condições, o odontopediatra já pode iniciar o tratamento através do uso do aparelho dentário.

Como funciona?

Utilizado para corrigir diversos tipos de problemas bucais que afetam as crianças, o aparelho dentário tem não só o objetivo de correção dos dentes como também de problemas ósseos da face que podem comprometer o posicionamento dos dentes e até mesmo a estética do rosto.

Entre seus principais benefícios estão a prevenção ou redução de deformidades craniofaciais, harmonização da largura das arcadas dentárias, correção de hábitos comuns adquiridos na infância como chupar chupeta ou os dedos, ajudar no posicionamento dos dentes permanentes, melhorar a aparência do sorriso, etc.

Também vale lembrar que plano odontológico cobre aparelho, por isso, vale visitar o dentista regularmente e avaliar a necessidade do aparelho dentário para a criança, sendo esse tratamento um dos contribuintes para o bem-estar e qualidade de vida dos pequenos.

Uma dúvida bastante frequente entre os pais é se o tratamento pode machucar a criança devido ao material, e é normal que no início, quando recém colocado, a criança possa sentir um pouco de desconforto nos dentes e na boca em geral, e esse incômodo tende a passar durante os dias.

Esse desconforto é mais presente no aparelho dentário fixo, diferente dos aparelhos removíveis, que não costumam causar dor na adaptação.

Tipos de aparelho

Existem vários tipos de aparelho para crianças, sendo os principais: móvel e fixo.

O móvel, também chamado de removível, costuma ser recomendado para crianças entre os seis e doze anos de idade, ou seja, ainda na fase de crescimento dos dentes. Esse modelo é capaz de corrigir problemas de mordida e alinhar os dentes, mantendo os permanentes na posição adequada, além de ser uma opção mais confortável.

Já o aparelho dentário fixo, que é o mais conhecido, só pode ser usado após a troca da dentição, não sendo permitido nos dentes de leite. Nesse modelo de tratamento o profissional consegue fazer maiores movimentos e manutenções, além de controlar melhor o posicionamento dos dentes.

Dicas e cuidados

Existem algumas recomendações para melhor higienização, como fazer a limpeza correta regularmente para evitar o acúmulo de placa bacteriana nos dentes, e ao utilizar o fio dental, é possível limpar melhor os espaços não alcançados pela escova de dentes.

Nas buscas por quanto custa um plano odontológico, é possível encontrar informações sobre consultórios que disponibilizam tratamentos como a profilaxia (limpeza feita pelo profissional no consultório, geralmente acompanhada de aplicação de flúor e polimento dos dentes), que é fundamental para manter a saúde bucal em dia.

Além disso, para acompanhar os resultados do tratamento, é indicado que a manutenção do aparelho dentário seja feita de seis em seis meses, para que o paciente consiga relatar qualquer tipo de incômodo ou desconforto, e o odontopediatra possa fazer os ajustes necessários.

Esse acompanhamento, assim como diversos tratamentos, pode ser encontrado em planos odonto empresarial, essenciais para cuidar da saúde bucal corretamente e garantir a harmonia do sorriso independente da idade.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.